Brazil Machinery Solutions

Empresas do Brazil Machinery Solutions estão engajadas no combate ao COVID 19




23 - abril - 2020

As fabricantes encontraram, em seu meio de produção, o caminho para contribuir na luta contra o novo coronavírus

Máscaras face shield, cúpulas de contenção de acrílico, álcool em gel e ventiladores pulmonares. Quatro ferramentas de extrema importância no combate ao COVID 19. Esses equipamentos estão sendo produzidos por três empresas participantes do Programa Brazil Machinery Solutions — parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) —  que encontraram, em seu meio de produção, o caminho para contribuir na luta contra o novo coronavírus. 

A Lakatos, empresa especializada em termoformadoras e máquinas para vacuum forming, é uma dessas fabricantes. Ela faz parte de um grupo de apoio aos médicos e agentes de saúde chamado “Projeto Gama”. Composto por empresas e pessoas de diversas áreas de atuação, a missão do grupo é produzir as máscaras face shield em larga escala e doar aos hospitais que precisam do equipamento em um curto período de tempo. 

Os protetores face shields são equipamentos de proteção individual (EPI) usados principalmente por pessoas que trabalham na área da saúde, como por exemplo, médicos, enfermeiros, auxiliares e fisioterapeutas. São utilizados para proteção da área facial e membranas mucosas dos olhos, nariz e boca, contra gotículas, sprays e respingos de fluidos corporais. 

O diretor comercial da Lakatos, Paulo Lakatos, conta que o objetivo é entregar 135 mil máscaras. A prioridade é doar a hospitais de São Paulo, mas há também a possibilidade de expandir para os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro. “O projeto começou com 100 máscaras, depois passou mil, e a ideia então se tornou fazer 5 mil. Hoje, nós estamos produzindo 7 mil máscaras por dia. Nesse momento, a solidariedade de todos foi aflorada, os empresários estão muito abertos a se dedicar e a doar, tanto com tempo, quanto com recursos financeiros, para projetos desse tipo”, ele diz. 

Paulo conta que a Lakatos também está comprometida com a aquisição do material PetG, matéria prima para a produção da face shield, no corte das viseiras e logística da distribuição. O Projeto Gama está aceitando doações de materiais. Para ajudar, basta clicar aqui.

Cúpulas de acrílico

A empresa VP Máquinas, especializada em máquinas dobradeiras de acrílico e termoplásticos, faz parte do projeto chamado “Campanha do Bem”. A fabricante encontrou, dentro do seu core businessdiretamente ligado ao manuseio de acrílico, uma maneira de ajudar na luta contra a disseminação do vírus.

A VP Máquinas está engajada na produção de cúpulas de contenção feitas com acrílico 3mm para colocar nos leitos dos hospitais. No Facebook da fabricante, Katy Chini, que é enfermeira de um hospital público de São Paulo, explica como esses equipamentos podem ajudar no combate à COVID 19. Segundo ela, essas cúpulas ficam ao redor da cabeça do paciente, fazendo a vedação das vias aéreas e diminuindo muito o risco de contaminação dos profissionais da saúde. O equipamento tem duas entradas para as mãos dos médicos e enfermeiros, o que permite a intubação ou aspiração de secreções daquele paciente. 

Até o dia 3 de abril, a empresa havia doado 500 equipamentos de proteção. A diretora da VP Máquinas, Ana Paula Paschoalino de Freitas, ressalta que a campanha também precisa de doações. “Estamos pedindo doações para a produção de cúpulas de contenção, a matéria prima utilizada são placas acrílico 3mm, de cada chapa saem duas peças e cada doador pode escolher o hospital mais próximo de sua cidade para fazer a doação”, ela diz. Para ajudar, basta entrar em contato pelo número: 11 98555-0288.

Álcool em gel e respiradores

A multinacional WEG também está na luta contra o novo coronavírus. Neste momento a fabricante foca em produzir respiradores artificiais e álcool em gel. A empresa vai utilizar a estrutura das suas fábricas em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, para esse trabalho.

A WEG está no processo de compra de todos os componentes necessários para produzir 500 respiradores. Sendo instalada a linha de produção,  a empresa terá capacidade estimada de fabricar 50 equipamentos por dia e fazer as doações a partir da segunda quinzena de maio. “Dependemos agora da obtenção dos componentes eletrônicos e pneumáticos, muitos deles importados e que sofrem escassez no mercado neste momento”, diz Manfred Peter Johann, Diretor Superintendente da WEG Automação. 

A WEG já fazia uso do álcool 99,9% como matéria prima para a fabricação de seus produtos, e, por isso, contava com uma pequena quantidade de ativo para a produção imediata do álcool em gel. A empresa buscou então as autoridades sanitárias do Município, governo do Estado, Federal e a Anvisa para a liberação oficial da produção do produto, com o objetivo de doação para os hospitais da região Sul do Brasil. A WEG diz que está produzindo a quantidade necessária para suprir as necessidades internas da própria empresa e das unidades de saúde da região.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions 

Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2019, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 168 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: http://www.brazilmachinery.com.

Sobre a ABIMAQ 

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações em: https://portal.apexbrasil.com.br/