Brazil Machinery Solutions

Empresas brasileiras batem a marca de US$ 16 milhões em estimativa de vendas durante a IPPE 2020




05 - março - 2020

Ao todo, sete fabricantes nacionais foram até o evento, organizadas e apoiadas pelo Brazil Machinery Solutions

Uma delegação de empresas brasileiras acaba de retornar da International Production & Processing Expo – IPPE 2020, o maior evento voltado para a indústria de processamento de proteína animal. Sete fabricantes nacionais estiveram em Atlanta, nos Estados Unidos, e voltaram com resultados surpreendentes: geraram mais de US$ 16 milhões entre negócios fechados e estimativa para os próximos 12 meses.

A IPPE  aconteceu entre os dias 28 e 30 de janeiro. A presença das fabricantes foi promovida pelo Programa Brazil Machinery Solutions, fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). Considerado como o maior evento de processamento de carnes e alimentos balanceados do mercado norte-americano, a exposição concentra o que há de mais inovador no setor. É o lugar onde reúnem-se compradores e vendedores das mais recentes tecnologias em produtos e serviços.

As empresas que foram até lá para alavancar o fluxo de comércio com o mercado externo realizaram US$ 3,4 milhões em vendas durante o evento. As fabricantes tiveram ainda a oportunidade de engajar com potenciais compradores. A previsão é de que o trabalho resulte em negócios de até US$ 13 milhões durante os próximos 12 meses. Os países que mais demonstraram interesse nos produtos brasileiros durante a feira foram: Alemanha, Argélia, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, Granada, Guatemala, Indonésia México, República Dominicana, Singapura e Venezuela.

Crescimento

A comparação entre os resultados das fabricantes durante a feira IPPE neste ano com os resultado de 2019 chama atenção. Enquanto elas fecharam negócios no valor US$ 3,4 milhões na mais recente edição do evento, o valor alcançado no ano passado foi de US$ 1,7 milhão. Um aumento de 50% nas vendas de máquinas e equipamentos.

A mesma comparação impressiona em relação ao valor de negócios estimados para o ano seguinte em consequência à feira. Enquanto as empresas preveem vender até US$ 13 milhões durante 2020, a estimativa de negócios que as fabricantes esperavam concretizar ao longo de 2019 era de US$ 3,2 milhões. Ou seja, a estimativa de negociações para este ano é 75% maior do que o ano passado.

Vale ressaltar que os Estados Unidos estão em primeiro lugar no ranking de países que mais compram máquinas e equipamentos do Brasil. Em 2019, o país gastou US$ 2,8 bilhões na compra de produtos brasileiros, enquanto, em 2018, o valor foi de US$ 2,5 bilhões. Um aumento de 14% na comparação entre os dois períodos.