Brazil Machinery Solutions

Conheça a Schneider Electric, a nova empresa-membro do BMS




16 - setembro - 2019

A recém participante do Programa Brazil Machinery Solutions é especialista em gestão energética e já participou de duas ações do BMS

De origem francesa, a Schneider Eletric desenvolve tecnologias e soluções em gerenciamento de energia. A empresa é uma das mais novas participantes do Brazil Machinery Solutions – fruto de uma parceria da ABIMAQ com a Apex-Brasil Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) – e possui 160 mil colaboradores espalhados pelo mundo. 

No Brasil, tem cinco fábricas, dois escritórios e 7 mil pontos de venda. Dos 180 anos de história da empresa, 70 deles foram em terras nacionais. A Schneider oferta produtos e serviços em gestão energética em 24 setores, entre estes o de máquinas, alimentos e bebidas e mineração. 

Hoje, a empresa possui 14 marcas. Destaque para as brasileiras Softbrasil, fundada em 1996, que comercializa e desenvolve soluções de sistemas, e a Waltec, criada em Santa Catarina em 1976 para a produção de equipamentos elétricos. As marcas da Schneider têm ainda sede em diversos lugares do globo, como Estados Unidos e Colômbia. 

A empresa exporta principalmente produtos do segmento de saneamento para os mercados do Chile, Argentina e Colômbia. No entanto, Schneider está presente em mais de 150 países, com plantas de produção e centros de treinamentos. Só no Brasil a empresa possui cinco fábricas sediadas nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Ceará.

Com foco no mercado argentino, a recém participante do BMS já embarcou em duas ações do Programa. A primeira foi o estudo de mercado da Argentina para o setor de equipamentos de saneamento básico e a segunda a Missão Comercial ao Sistema Riachuelo, realizada nos dias 30 e 31 de julho, em Buenos Aires, Argentina. 

A Schneider integrou o grupo da missão para conhecer de perto as obras e conseguir alinhar a estratégia em sua oferta de produtos. A empresa pública AySA é a responsável pelo projeto de saneamento e tratamento de água do Sistema.

Foi com foco nas oportunidades no setor de saneamento do mercado argentino e em aprimorar o networking junto à profissionais do país, que o gerente do Segmento de Água e Esgoto da unidade da Schneider Argentina, Eng. Christian Bombace, visitou a mega obra de saneamento e tratamento. O sistema trabalha com as águas dos Rios Matanza e Riachuelo, próximos à capital argentina. Quando pronto, terá capacidade de transportar e tratar 27m³/s, beneficiando mais de 4,3 milhões de pessoas.

De acordo com o gerente de contas do segmento de saneamento da Schneider Electric para a América Latina, Glauco Montagna, a empresa tem a intenção de realizar vendas por meio da unidade argentina. “Vamos ofertar produtos parcialmente produzidos no Brasil. Esse modelo já é utilizado com a AySA e não oferece barreiras comerciais. Inclusive, nossos concorrentes atuam de maneira similar”, conta o gerente.

O gerente avalia que a Missão foi muito produtiva “pois há uma grande competitividade de soluções de produtos brasileiros no mercado de saneamento internacional”. E complementa: “A visita ao Sistema de Obras Riachuelo permitiu um melhor entendimento da agenda de um projeto desse porte e os atores envolvidos. Agora podemos avaliar e realizar os ajustes necessários de onde devemos concentrar nossos esforços e que tipo de homologações serão necessárias para aumentar as vendas de nossas soluções. ”