Brazil Machinery Solutions

BMS engaja cerca de 300 empresas em ações de promoção comercial durante 2019




12 - fevereiro - 2020

Balanço das ações realizadas durante o ano demonstra a solidez do Programa e ótimos resultados no mercado internacional

O ano de 2019 foi de muito esforço e engajamento entre as empresas de máquinas e equipamentos e o Brazil Machinery Solutions — uma parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). A prova do comprometimento com o andamento do Programa no decorrer do ano está no número de empresas que fizeram questão de participar das ações promovidas durante os doze meses do ano passado: cerca de 300 fabricantes marcaram presença nos eventos nacionais e internacionais.

As fabricantes tiveram a oportunidade de fazer parte de 15 feiras no exterior, três projetos Comprador (consiste em rodadas de negócios entre empresas e compradores de diversos países), quatro projetos Imagem (ação que possibilita a vinda de jornalistas e formadores de opinião para conhecerem a indústria brasileira de máquinas e equipamentos) e três missões comerciais, além de ações de capacitação. 

Foram, no total, 35 ações realizadas durante o ano, contando também com as iniciativas de comunicação e estruturantes, que envolvem o apoio por meio de assessoria de imprensa internacional, gestão de mídia de comunicação (site, hotsites, diretórios e mídias sociais), material promocional, acordos comerciais e melhorias de ambiente de negócios.

Em contrapartida às 35 ações realizadas ao longo dos doze meses, o ano 2018 teve 18 ações no total, levando em consideração feiras, missões comerciais e projetos comprador e imagem. 

As participantes tiveram, ainda, a oportunidade de prospectar negócios, por meio de contatos e networking realizados durante as ações ao longo do ano passado. “Além das exportações, outro grande ponto importante dos resultados durante o ano de 2019 é o fortalecimento da indústria brasileira no mercado internacional, por meio da participação do setor nesses eventos, assim como a forte inserção dos produtos brasileiros nos diversos países”, comenta a diretora executiva de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do programa BMS, Patrícia Gomes.

Mais procuradas

A agenda do ano de 2019 também foi mais concorrida, em termos de programação.  O destaque para o ano passado foi para a vertical agrícola. As empresas dessa área, participantes do BMS, consideraram o projeto comprador durante a feira Agrishow de grande importância para o setor. Buscando aproveitar a rodada internacional de negócios promovida durante o evento, 52 fabricantes se inscreveram e fizeram parte dos encontros com potenciais compradores. Essas empresas fecharam negócios no valor de US$ 33,4 milhões e prospectaram US$ 29,4 milhões para o ano seguinte.

As fabricantes demonstraram interesse pela iniciativa projeto comprador. Durante a Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial (Expomafe), quando foi promovido mais um encontro entre as empresas e potenciais compradores internacionais, o número de inscrições também foi alto — 25 empresas no total. Durante a rodada internacional de negócios, essas empresas faturaram US$ 2,6 milhões e geraram a expectativa em negócios no valor de
US$ 5,2 milhões. 

Já os dois projetos imagem também ocorreram durante essas duas feiras — Agrishow e Expomafe. Vieram ao Brasil, a convite do Programa BMS, jornalistas da África do Sul,  Argentina, México e Paraguai. As impressões desses profissionais sobre o setor brasileiro foram registradas em diversas publicações na mídia internacional.

Outra feira concorrida pelas empresas, com um número expressivo de participações por parte da delegação brasileira, foi a Andina Pack. Ela é voltada para negociações no setor de plástico e embalagens e ocorreu em Bogotá, na Colômbia. No total, o BMS levou 20 fabricantes para o país latino-americano. Elas fecharam US$ 2,2 milhões em negócios durante o evento e esperam vender até US$ 9 milhões adicionais em 2020, a partir dos contatos que tiveram com clientes do mundo inteiro.

Continuidade

“O ano de 2020 vai ser mais um período de muito trabalho e esforço para fortalecer a dinâmica da cultura de exportação. Entre as ações que também gostamos de promover, estão aquelas que estimulam a capacitação das empresas para o mercado exportador”, ressalta Patrícia. A  diretora executiva de mercado externo da Abimaq e gerente do BMS se refere ao Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX) e Campanha Esforço Exportador, da ABIMAQ. Em 2019, o BMS investiu na divulgação dessas duas ferramentas para que os fabricantes pudessem ganhar conhecimento sobre a internacionalização.

Todos esses níveis de atuação possibilitaram às empresas participantes do BMS avanços em suas exportações e maior inserção no mercado internacional. Em 2020, a meta do Programa é dar continuidade às ações, engajando ainda mais com as fabricantes.