f

Apex-Brasil divulga estudo sobre consumo na África, elaborado pela Euromonitor International

A empresa global de pesquisa de mercado destacou as principais tendências do mercado varejista africano.

Apex-Brasil divulga estudo sobre consumo na África, elaborado pela Euromonitor International
20 - Maio - 2019

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) acaba de divulgar o estudo realizado pela Euromonitor International, empresa global de pesquisa e consultoria sobre o mercado de bens de consumo e serviços, sobre as principais tendências do mercado varejista africano. O trabalho, intitulado “Eyes on Africa – Understanding the Consumer of Tomorrow”, destaca que a inovação na África Subsaariana tem levado ao desenvolvimento de novos produtos e serviços em todos os setores de consumo, em função dos desafios que o continente enfrenta.

De acordo com informações da Apex-Brasil, a pesquisa identificou oito tendências que impulsionam a inovação na África Subsaariana. Segundo Matthew Carty, diretor de vendas globais da Euromonitor, essas tendências indicam onde estão as oportunidades de crescimento. “Elas alavancam recursos locais e infraestrutura que influenciam o fluxo de bens entre os países – ou através da cadeia de suprimentos e nas mãos do consumidor final”, comenta o diretor. 

A pesquisa apresenta essas tendências da seguinte forma:

1. Atendendo aos serviços básicos: Há um benefício de longo prazo em ajudar as comunidades a obter acesso aos serviços básicos, como água, eletricidade e conhecimentos sobre a agricultura para o desenvolvimento de fazendas.
2. Movimento Rural: A urbanização tem sido a métrica padrão para definir o desenvolvimento de um país. Contudo, o continente tem muito a ganhar olhando as oportunidades dentro das áreas rurais.
3. Sustentabilidade: Em uma região impactada pela seca, calor e enchentes, a sustentabilidade não envolve apenas o uso de produtos reciclados, mas também a questão da escassez de água no continente.
4. Ingredientes locais: Apesar da riqueza de ingredientes disponíveis na África Subsaariana, os ingredientes utilizados ainda são importados de outros países uma vez que o conhecimento técnico para processamento é escasso.
5. Tecnologia: De celulares a hubs e aplicativos, muitos africanos estão usando a tecnologia para criar oportunidades além dos pagamentos móveis.
6. Parcerias e cooperativas: As pequenas empresas estão obtendo sucesso rapidamente na África, com muitas delas baseadas na região e capazes de explorar as necessidades e interesses da comunidade local.
7. Seja muito local: enquanto os africanos estão adotando a tecnologia moderna, eles também querem manter vivas as nuances culturais e sociais.
8. Sistemas criativos de pagamento: sistemas de pagamento estão ajudando tanto as empresas quanto os consumidores a obter acesso às necessidades e serviços básicos.

Para fazer o download na íntegra gratuitamente, acesse: http://bit.ly/2OfAGoi