f

Sérgio Segovia é o novo presidente da Apex-Brasil

Presidente vem da Marinha brasileira e traz experiência das áreas militar e governamental.

Sérgio Segovia é o novo presidente da Apex-Brasil
20 - Maio - 2019

No dia 6 deste mês, Sergio Ricardo Segovia Barbosa assumiu a presidência da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos - Apex-Brasil. Ele é Contra-Almirante na Marinha Brasileira. Com 55 anos, traz para a Agência sua reconhecida experiência profissional nas áreas militar, gerencial e governamental. Possui pós-graduação em Política e Estratégia, pela Escola Superior de Guerra.

Segovia trabalhou em Análise de Inteligência, Operações Militares e Logística. Atuou também em Gerenciamento de Emergência e de Riscos, Segurança Marítima, Planejamento Estratégico, Navegação e Operações Marítimas. Além disso, na área de comércio exterior, foi responsável pelos processos de logística e de aquisição internacional, quando encarregado do grupo de recebimento de navio no estrangeiro.

Segovia fez mudanças na diretoria assim que assumiu, com a nomeação dos diretores de Negócios e de Gestão Corporativa, indicados pelo Conselho Deliberativo Administrativo da Apex-Brasil, e que já tomaram posse.

O diretor de Negócios, Augusto Pestana, é graduado em Direito pela Universidade de São Paulo. Diplomata desde 1995, concluiu no Instituto Rio Branco os Cursos de Formação, de Aperfeiçoamento e de Altos Estudos (doutorado profissionalizante) com tese sobre cooperação internacional em energia, ciência e tecnologia. Serviu nas Embaixadas do Brasil na Nova Zelândia (Ministro-Conselheiro), no Japão (Ministro) e na Alemanha (Chefe do Setor Econômico). Foi Professor Assistente de Linguagem Diplomática no Instituto Rio Branco e membro da banca do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata. É autor, entre outras obras, de “ITER: o Brasil e os rumos da energia de fusão” (Funag, 2015).

O Diretor de Gestão Corporativa, Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, é Vice-Almirante da Reserva da Marinha do Brasil. Tem ampla experiência profissional em gestão, tendo atuado como Vice-Chefe do Estado Maior da Armada, órgão de Direção Geral da Marinha Brasileira, e como Comandante do 6º Distrito Naval (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul) e do 4º Distrito Naval (Pará, Amapá, Maranhão e Piauí). Foi diretor do Centro de Inteligência da Marinha e, no exterior, serviu na Comissão Naval Brasileira na Europa, onde trabalhou com contratos e licitações, e nos Estados Unidos, onde participou do grupo de recebimento de um navio adquirido da Marinha americana. Atuou nas áreas de Estratégia, Comunicação e TI, entre outros temas. É graduado em Ciências Navais com Habilitação em Comunicações, tem mestrado e doutorado em Ciências Navais pela Escola de Guerra Naval e mestrado em Política e Estratégia pela Escola Superior de Guerra.