Brazil Machinery Solutions

Apex-Brasil lança estudo de acesso ao mercado da Argentina




11 - dezembro - 2019

Documento oferece informações sobre ambiente regulatório no setor de máquinas e equipamentos do país sul-americano

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) lançou um amplo estudo para orientar o empresário brasileiro do setor de máquinas e equipamentos sobre o mercado da Argentina. O levantamento explora o ambiente regulatório e mapeia as melhores oportunidades para a exportação ao país vizinho.

O estudo foi elaborado pela equipe de Acesso a Mercado da Apex-Brasil em conjunto com o escritório da Agência na Colômbia, em parceria com a consultoria Ronderos & Cárdenas. O objetivo é ajudar o empresário brasileiro a entender o mercado argentino para, assim,  melhorar a sua estratégia de internacionalização. O levantamento completo voltado para o setor apresenta ainda dados sociais, econômicos e comerciais da Argentina. 

O documento aponta que a fabricação de máquinas e equipamentos na Argentina está relacionada principalmente aos investimentos do país no setor agroindustrial e na agricultura de precisão. De acordo com o texto, as pequenas e médias empresas representam mais de 80% da demanda e geram aproximadamente 65% dos empregos. 

O setor relacionado a máquinas e equipamentos agrícolas movimentou US$ 1,072 bilhão em 2018. São mais de 650 empresas fabricantes de máquinas para esse setor, entre as nacionais e as multinacionais. A maioria são de pequenas empresas, mas o mercado é dividido entre fabricantes de médio e de grande porte.

O estudo aponta ainda que o faturamento das empresas desse segmento está relacionado, principalmente, à venda de tratores (41,75%), implementos agrícolas (22,95%), colheitadeiras (21,01%) e semeadoras (14,29%). Em termos gerais, a oferta local argentina é considerada como variada, já que existem fabricantes de máquinas e equipamentos para a indústria de óleo, carne, lácteo e outros. Apesar disto, esta oferta não é suficiente para atender satisfatoriamente a demanda do mercado interno, seja por falta de volume, de disponibilidade, ou devido a aspectos técnicos diferenciadores, como qualidade do produto e serviços de
pós-venda.

“O Estudo de Acesso a Mercado da Argentina reúne informações valiosas que podem ser usadas como argumento pelas empresas do Brazil Machinery Solutions durante negociações internacionais. É uma importante ferramenta para que os empresários brasileiros possam estudar onde e como atuar no país”, ressalta a gerente do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), Patrícia Gomes.

É importante ressaltar que o material também mostra a realidade sobre as principais dificuldades enfrentadas na exportação para o mercado argentino e os principais acordos comerciais que o país possui com o mundo. O estudo é o terceiro relatório sobre acesso a mercados em países da América do Sul produzido pela Apex-Brasil. 

“Conferir o levantamento e conhecer melhor o que o mercado oferece é uma ótima porta de entrada para quem deseja exportar para a Argentina. Definitivamente o estudo da Apex-Brasil pode ser um insumo valioso para os empresários na hora de traçar a estratégia de exportação”, conclui Patrícia. 

O estudo pode ser acessado no site da Apex-Brasil pelo link: https://portal.apexbrasil.com.br/